quarta-feira, 12 de agosto de 2009

ONDE ESTARIAM ESSAS ESCULTURAS (2)?






































Pois é! Estamos em Salvador, Bahia. Terra famosa pelo colonial e o barroco, que possui também um patrimônio importante de arte... como poderia chamar.... talvez de burguesa, para dar maior relevo a esse século XIX tão mal tratado e desprezado pela nossa modernidade. Digo nossa modernidade porque cada século tem a sua, que, via de regra, maltrata a anterior. Para o século XIX, o século das luzes, o barroco foi, antes de tudo, símbolo do que desejou, ou imaginou desejar, deixar para trás. A igreja, os reis e a teatralidade do poder. Já o século XX, por sua vez, rompeu com o XIX e seu apego ao realismo, deitando um olhar saudosista ao Barroco e outros lugares mais distantes.
Digo isso porque temos imenso orgulho, principalmente nós baianos, de contarmos que a igreja Nossa Senhora da Conceição da Praia, próxima ao Mercado Modelo, ter sido trazida inteira, todas as pedras e retábulos, de Portugal, sendo reconstituída em Salvador. A tratamos como brasileira. As imagens das esculturas acima falam de algo similar. A obra "O Cabloco" foi criada, fundida e trazida ao Brasil da Itália, porém seu caráter neo-clássico ainda levanta reservas. Essas são "coisas antigas", dizem. Diria apenas que são coisas não o suficientemente antigas para que nossa mágoa modernista as perdoem pelo seu desejo de emocionar o homem comum. Na época o recém emancipado burguês, desejoso e fiel por sua república....
"O Cabloco" está localizado no Campo Grande, bairro central da capital baiana, próximo ao teatro Castro Alves, que aliás também é homenageado com outro belo monumento próximo a Praça da Sé. Para quem é da minha geração, ou um pouquinho mais, os pontos de saída e encontro dos antigos blocos e trios elétricos do carnaval baiano...

2 comentários:

Maricota indica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo P.L disse...

Continue com essa série! Esta ótima!