sexta-feira, 26 de junho de 2009

DA GRECIA






















É curioso o fascínio q a Grecia ainda exerci sobre mim... há algo alí de Machado... para cada dia um novo olhar.
Pode-se voltar lá quando quiser, jamais acaba a magia.
Ainda poderia hoje, o escultor almejar isso?
O Van Acker diria q sim. Diria mais, diria q só assim vale a pena....
É uma aposta alta.
Diria apenas q é apaixonante.
Uma paixão perene, q não morre... como muitas em nossa vida.
Como a própria vida.

Um comentário:

Eduardo P.L disse...

Esse seu texto é um poema de paixão!
Mas tens toda razão